Rua Nélio Guimarães, 170 - Ribeirão Preto/SP
(16) 3623-0050  |  3441-2131
  • Home
  • Blog
  • 10 dicas rápidas de como classificar úlcera de córnea

10 dicas rápidas de como classificar úlcera de córnea

Úlceras são defeitos na superfície ocular com ausência do epitélio corneano. Vamos a dicas rápidas, que podem melhorar sua classificação para essa enfermidade muito comum no consultório veterinário.

1 – O corante de Fluoresceína ou Lissamina verde vai delimitar a lesão em extensão e profundidade;

2 - As úlceras superficiais são mais doloridas do que as úlceras profundas;

 

3 – O posicionamento da úlcera no globo ocular, pode nos direcionar para qual a causa da mesma;

4 – Arranhaduras ou acidentes cortantes, geralmente ocasionam lesões lineares;

5 – Úlcera circular de bordos irregulares. CUIDADO! Pode existir presença de bactérias;

6 –Se é possível visualizar um “buraco” na superfície ocular, com o olho desarmado é uma úlcera profunda;

7 – A penúltima camada da córnea se chama, membrana de descemet é transparente, elástica e não absorve o corante, é uma EMERGÊNCIA OFTÁLMICA quando está exposta ou com protusão da membrana de descemet;

8 – Se houve sangramento ou extravasamento de algum líquido de dentro dos olhos, é uma EMERGÊNCIA OFTÁLMICA;

9 – A córnea possui 5 camadas: epitélio, membrana basal (úlcera superficial), estroma, membrana de descemet e endotélio (úlcera profunda).

10 – A córnea normal deve ser lisa, avascular e transparente. Lembre-se disso!

Espero que essas dicas melhore o seu diagnóstico e o prognóstico visual dos seus pacientes, a córnea não permite erros no tratamento, por isso precisa de um tratamento específico para cada classificação de úlcera de córnea.

Postado em Blog

Nossa missão é manter a qualidade de vida dos animais, respeitando o bem-estar da humanidade.

INSTITUCIONAL

SERVIÇOS

NOTÍCIAS

ATENDIMENTO


Rua Nélio Guimarães, 170 - Ribeirão Preto/SP
(16) 3623-0050 | 3441-2131